MSC Cruzeiros toma medidas adicionais de precaução para a saúde pública em todos os navios

31/01/2020
Lisboa, 31 de Janeiro de 2020 – Devido ao surto do coronavírus na China, a MSC Cruzeiros está a tomar novas medidas de precaução para a saúde pública e o bem-estar dos seus viajantes e tripulantes, de forma imediata, em toda a sua frota global.

A MSC Cruzeiros implementou uma série de acções desde o dia 24 de Janeiro e, devido aos últimos desenvolvimentos do coronavírus, tomou hoje medidas adicionais de saúde pública em toda a sua frota. Embora não haja casos de coronavírus a bordo de qualquer navio da MSC Cruzeiros, estas medidas são etapas adicionais para garantir a saúde e o bem-estar de todos os viajantes e tripulantes.

• Viajantes de todas as nacionalidades devem preencher um questionário antes do embarque para garantir que ninguém que tenha viajado da China continental ou que tenha visitado a China continental nos últimos 30 dias embarca a bordo do navio. Qualquer pessoa que tenha viajado da China continental ou que tenha visitado a China continental nos últimos 30 dias terá o acesso negado ao navio;

• Serão conduzidos exames térmicos obrigatórios, sem toque, a todos os viajantes e tripulantes antes do embarque em todos os cruzeiros operados pela companhia em qualquer lugar do mundo. Pessoas com sinais de doenças, tais como febre (≥38ºC) ou sintomas febris, calafrios, tosse ou dificuldade em respirar serão negados no momento do embarque;

• Elevada e profunda higienização em todos os navios de toda a frota da companhia;

• Os hóspedes que tiverem sintomas de febre serão isolados no seu camarote e a mesma medida será aplicada aos seus acompanhantes ou contactos próximos, incluindo viajantes no mesmo camarote e membros da família, bem como qualquer membro da tripulação que possa ter servido esses mesmos viajantes.

Estas medidas vêm no seguimento de acções já tomadas na semana passada. Os hóspedes e tripulantes que viajaram na semana passada da China continental já foram devidamente examinados relativamente a eventuais sintomas no momento do embarque e foi-lhes solicitado que relatassem ao centro médico a bordo qualquer sintoma de doença.

Desde o surto do coronavírus na China, a MSC Cruzeiros tem monitorizado de perto a situação de saúde e segurança pública em cada uma das regiões onde os seus navios estão a navegar. A companhia tem consultado as autoridades de saúde locais e internacionais para seguir os seus conselhos e recomendações.